Lembro que quando eu era criança esperava ansioso pelos 4 anos que separavam as edições dos Jogos Olímpicos. Era uma competição sensacional, na qual o espírito da participação acima da vitória parecia estar de fato presente. Seria apenas o efeito da minha ingenuidade? Será que, de fato, isto nunca existiu além das manchetes gloriosas e…Continue Reading “O fracasso das Olimpíadas – e não tem nada a ver com a Rio 2016!”

Filantropia vem do grego φίλος (amor) e άνθρωπος (homem), e significa “amor à humanidade”. Em tese é um sentimento que todos deveriam ter, é natural e independe de religiões, embora estas sempre o tenham como premissa básica do que é importante em nossa vida. O termo, entretanto, é utilizado quando queremos nos referir às formas…Continue Reading “Os pobres filantropos brasileiros”

O Rio de Janeiro está “falido”, agora o mundo já sabe. Antes só nós, brasileiros, sabíamos. Não me refiro às contas públicas que ganharam manchete nesta 6a feira quando o Governador em exercício decretou estado de calamidade pública, numa abjeta “mandracagem” para poder receber verbas federais de forma legal, embora imoral. Sim, pois o Estado…Continue Reading “A falência moral do Rio e do Brasil”

Trilhar o Caminho de Santiago de Compostela é, sem dúvida nenhuma, uma experiência transformadora e única. Eu mesmo já o fiz duas vezes, uma em 2011 e a mais recente agora em 2016. Os desafios físico, emocional e mental são tais que a sua superação faz com que nos sintamos vitoriosos, orgulhosos e renovados para…Continue Reading “10 coisas que não te contam sobre o Caminho de Santiago…”

Há muito venho adiando minha crescente vontade, ou quem sabe necessidade, de escrever. Talvez este adiamento esteja impregnado pela ansiedade e perplexidade que, assoladas por recentes acontecimentos, fazem do lapso temporal da ação a doce fuga do reconhecimento. À esta reclusão precisa-se opor com uma visceral força de vontade – e é isto que, “recluso”…Continue Reading “A nova inspiração”

Decepção: Sentimento de tristeza, descontentamento ou frustração pela ocorrência de fato inesperado, que representa um mal; desilusão, desapontamento (Antônio Houaiss) Embora nosso brilhante filólogo acrescente em sua definição o caráter inesperado atrelado ao sentimento de decepção, é fato mais que comum os homens o sentirem também em circunstâncias mais que previsíveis. Aliás, são nestas em…Continue Reading “O quarto”